:::: NAVEGAÇÃO ::::
Mostrando postagens com marcador SEO. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador SEO. Mostrar todas as postagens

27 de mar de 2016

O uso de meta tags é o meio mais comum e fácil para gerar tráfego no seu site, fórum ou blog. Depois de muito tempo estudando estes maníacos ocultos do HTML, finalmente, é fácil saber o verdadeiro propósito do OpenGraph do Facebook ou do Twitter Cards para webmasters.
Se você é curioso, e está duvidando a capacidade de seu site crescer, então, saiba que o impulso que este recurso oferecer é muito maior do que imagina.



Para os que não conhecem este pequeno e poderoso recurso, é nada mais e nada menos do que uma forma mais fácil de evitar postagens demoradas. Sim, esta é a história mais resumida que você pode ler. Para outros que querem saber mais... Bem, vamos explicar.


OpenGraph - Facebook Connect

Imagina-se que tudo o que vem do Facebook é mágico e vantajoso, e estes é um dos meios que o Facebook encontrou de apoiar os webmasters a publicarem sua marca. Esse apoio aos webmasters, é feito por meta-tags. Se você nunca soube ou viu falar nisso, então, que tal acompanhar o nosso artigo sobre As meta-tags.


OpenGraph visa apenas facilitar o modo que suas postagens são exibidas numa determinada página da rede social. Por exemplo, se o site não conter o OpenGraph, quando uma postagem for compartilhada na sua página ou em seu perfil, nada de mais vai ser mostrado, e sim apenas a URL do link que foi compartilhado.

Com o OpenGraph, quando adiciona o link, ele exibe várias miniaturas de acordo com a página que está compartilhando. Este processo é mais atencioso com blogs ou sites de notícia, que podem usar este procedimento para incorporar imagens da postagem como miniatura. Você pode entender o exemplo olhando a imagem que mencionamos acima.

Como posso adicionar ao meu site?

Antes de começar, você precisa acessar a página do OpenGraph no Facebook caso queira entender melhor: facebook.com/developers/opengraph Depois disso, é preciso que você entenda que o OpenGraph é composto com META-TAGs, e por isso, ele só pode ser adicionado (quando usado por META) no cabeçalho da página, ou, em outras palavras, .

< meta property="og:title" content="TITLULO" >
< meta property="og:type" content="website" >
< meta property="og:url" content="URL_DO_SITE">
< meta property="og:image" content="IMAGEM_DO_SITE">
OBS: Tire os espaços antes da abertura do código.


Ok... Depois de ver isso, vamos no cabeçalho e antes de finalizar o mesmo, basta incluir as METAs mencionadas acima. Então, antes do head

Adicione as Metas que mencionamos. Em seguida, altere os valores que estão dentro do "content" para os dados do seu site. Depois que o fizer, salve o documento da sua página, e vá ao Facebook, na sua página ou no seu perfil e cole a URL da página que adicionou o OpenGraph.


Depois de um tempinho, o Facebook vai lhe fornecer as miniaturas da sua página, ou, em específico, a miniatura que definiu no content da META:


Vale lembrar, que isso pode demorar um pouco. O Facebook costuma (com seu sistema super "sônico"), ler o que está na sua página primeiro, e depois, enviar a miniatura para a postagem. Se não funcionar de imediato, aguarde alguns minutos e tente de novo.

Para blogs, é importante que você use o OpenGraph automático. Como assim? Simples!! Aqui no blog ShiftActif, temos o OpenGraph automático que é gerado de acordo com os dados do artigo, assim, não é extremamente preciso de que, tenhamos que definir uma META específica para cada artigo, pois, ela se gera sozinha.

Se usa o sistema BLOGGER, então, é hora de conhecer e aplicar este novo recurso. Caso queira, então, adicione os códigos mencionados no Github: "OpenGraph for Blogger"


Twitter Cards - Twitter

A competição começa aqui, sabia? O Twitter também desenvolveu este recurso para melhorar o desempenho das postagens e páginas com os usuários do Twitter. Acesse a central com a documentação do recurso: Twitter Cards Documentation

Apesar do Twitter Cards ser basicamente a mesma coisa, então, você já sabe o que tens que fazer.
Normalmente, os webmasters preferem adicionar o twitter cardas logo após o OpenGraph. A verdade é que não existe uma especificação, desde que, tudo seja aberto e fechado de acordo com as leis do HTML (que toda tag aberta, deve ser fechada).








Seguindo a mesma lógica e raciocínio do OpenGraph, ele tem uma opção legal. O 'twitter.site' é o nome do usuário no Twitter. Não, não é URL do seu site!

Lembre-se, de adicionar o Twitter Cards depois da tag HEAD do seu documento, ou, antes do fechamento do HEAD. Ela segue o mesmo exemplo do Facebook, que cria miniatura automática com o título, nome do usuário, descrição e imagem.


É bem simples, pois, quando adiciona uma URL, ela pode aparecer sem graça, mas, se acessar o link do post, verá que o Twitter Cards funciona direitinho. :D

RESUMINDO...

Tanto o Twitter Cards quanto OpenGraph, são recursos extremamente valiosos para ajudá-lo com SEO do site. Tenha em mente, que ter um usuário no Twitter e Facebook para publicações exige tempo, e muita paciência. Estude um pouco mais sobre publicidade, e seu site será um sucesso!

30 de jan de 2016

Quem não conhece a função "Hashtag"? Este pequeno símbolo tem um resultado impactante em seu perfil e "logo-marca" nas redes sociais. Mas... Será que você está usando ela de forma correta? Se você nunca se perguntou isso, comece agora, pois, ela também é completamente responsável pelo desenvolvimento de seu website nas redes sociais.


O que é Hashtag? Onde usá-las?

Hashtag é representada pelo símbolo do jogo da velha "#" e pode encontrado e usado em redes sociais ou fóruns (que é o caso de Forumeiros). Por exemplo, você pode encontrá-la no grande Facebook Connect, sendo usada tanto por páginas quanto por usuários.

Ao acessar uma postagem no Facebook, em nossa página do oficial, de ShiftActif, você será capaz de notar duas hashtags usadas para compartilhar o nosso assunto.

Afinal das contas... Para que serve a hashtag? É para o que citamos acima, compartilhar um determinado assunto na qual vários outros internautas podem visualizá-las.

"Fala a lenda, que o Facebook foi o primeiro a incluir Hashtag". Só que não! O twitter teve este recurso como nativo, e até hoje é mais usado do que lá no Facebook.

Em outros termos, a #hashtag reúnem todos os comentários, tópicos, assuntos, discussões e outros mais em uma página só, fazendo com que o acessou no navegador, possa ver quem está participando daquela discussão da hashtag.

Esse conceito é, originalmente conhecido pelos usuários do Twitter. Lá, acima do Facebook, as hashtag tem um impulso muito grande, por ser fácil de ser acessada e comentada.

Você está usando uma hashtag? Se sim, então, está usando de forma correta?

"#Compartilhe" o seu assunto

O conceito da hashtag é muito mais explicado do que em outros locais. Ela é uma espécie de Categoria para determinado assunto. Por exemplo, se você tem um site de culinária, chamado "O Pavê", então, usa a hashtag #opave, pense que esta é na verdade uma categoria em que quanto mais usada, vai reunir todos os seus posts com o nome 'opave'.

Quer ver um exemplo ao vivo? Então, vamos para o Facebook: https://www.facebook.com/hashtag/shiftactif


- Um símbolo com vários segredos

A tão pouca estratégia conhecida pelos webmasters é o uso da hashtag para reunir os assuntos, mas, o mais importante disso é a quantidade de usuários da rede social você consegue reunir para falar deste assunto.

Não queremos dizer que somente uma página ou usuário pode usar uma hashtag. Ela pode ser criada por qualquer um, desde que siga as mesmas letras das que já existem, Ou seja, independente se o nome é escrito todo em maiúsculo ou minúsculo, a hashtag acompanha a categoria. Use tanto "#ShiftActif" quanto "#shiftactif". Ou... #shiftActif, podendo ser até #ShIfTaCtiF. Enfim, da forma que quiser, o que valerá será o nome correto, que é shiftactif.


- Intensifique o conteúdo

Com hashtag, o conteúdo é intensificado! Como assim? Quanto mais usuários estão envolvidos criando a mesma hashtag que você, mais ele se torna popular.


Vencedora do prêmio no Troféu Imprensa no SBT, a empresa de comunicações telefônicas, VIVO, criou uma hashtag tanto no twitter quanto no facebook com o seguinte nome: "#UserbemPegaBem"; Bem, pode ser que não, mas, no Facebook essa hashtag não teve tanto impacto quanto no Twitter.

Como posso usar corretamente?

Simples! Hashtag como comentei é uma categoria na rede social. Você não #deve #em #hipótese #alguma #criar #uma #hashtag #para #cada #palavra, mas, apenas para o seu conteúdo em específico.

Vamos supor, o nosso parceiro Forumeiros, que usa a hashtag #Forumeiros para compartilhar seu conteúdo. Diferente de ShiftActif, Forumeiros tem uma repercussão maior, por ter mais membros comentando naquela hashtag. Agora, pesquise no Facebook a hashtag #Servimg! Ela não foi criada por ninguém (ainda).

Foto: Equipe News by Google Imagens

- Seja breve e ganhe tráfego!

Se for criar uma hashtag, seja simples e objetivo! Nada de criar hashtags com nomes extensos e que sejam difíceis de entender, como por exemplo, #megalocomanicacos ! Ninguém vai querer digitar isso tudo, para atingir o seu conteúdo. Use o mais simples, para facilitar para quem, de forma voluntária, vai comentar o assunto do seu site. Ao invés de #megamanicacos, pode ser: "#meganiacos" ou, "#mgniacos". Lembre-se, a sua reputação fica em jogo, e sua marca pode ser bem vista se usado corretamente uma hashtag!

Use mais do que uma hashtag no seu post

Fonte: telegraph.com
Anota essa dica! Você pode usar duas hashtag na mesma postagem, mas, antes de tudo, pesquise a popularidade dela! Se você vai criar uma postagem com sua hashtag, da sua marca, pense bem antes de usar duas em uma única postagem, cujo a popularidade dela não é tão vantajosa.

Coloque em mente, que uma hashtag pode vir acompanhada de alguns, elementos mal intencionados. Então, antes de publicar, PESQUISE!
Lá, você encontrará dicas sobre SEO e publicidade. :D


Até a próxima.


28 de jun de 2015

Para você que acompanha os raros artigos do blog ShiftActif, bem vindo a mais uma viagem ao conhecido SEO para sites, na qual vamos discutir um assunto bem "delicioso" e que, a maior parte dos administradores já sabem como tratar. Snippets, o que é e para que serve? Se você não sabia que esse 'famoso desconhecido' existia, comece a pensar que ele faz parte do seu mundo administrativo até antes de você criar seu site.

Snippets - Revise seu título de descrição de conteúdo

Todo webmaster sabe bem que usar as tags 'TITLE' e 'DESCRIPTION' é o marco inicial para ter bons resultados nos motores de busca. Afinal de contas, você está querendo expandir seu negócio ou conteúdo. Os snippets é o conjunto de informações mostradas pelo motor de busca, como Título, Descrição, autoria e informações adicionais, como por exemplo, cache ou páginas similares.

Um bom começo é...

Para dar um 'start', você precisa tomar em consideração o uso de meta tag. Como já mencionado em nosso artigo "Aumentando tráfego com Metatags", o uso de título e descrição adequado ajudam e muito o desempenho da sua página na web.

Outro detalhe que não citamos no artigo citado acima, é 'Evitar que os mecanismos de pesquisa exibam dados do DMOZ nos resultados de pesquisa de seu site'. Uma das fontes que o Google usa para gerar snippets é o Open Directory Project. Esse agente não ajuda o seu snippets, e por isso, podemos dizer ao Google que não queremos este tipo de indexação:

Para evitar que o Google use essas informações na descrição de uma página, use os códigos a seguir:


Como usar o Rich-snippet?


Talvez a parte que mais lhe interessa é como usar o snippet no site. A cada página do seu site, é necessário incluir um HTML. Antes de seguir, estes procedimento mostram este detalhe assinalado abaixo:


Vamos explicar os pontos:

  • itemreviewed: Corresponde ao título da sua página. Na verdade, você já tem o título por ter adicionado o 'title' no HTML, mas, este ponto revela ao Google que este título também pode fazer parte da pesquisa.
  • reviewer: Nome do autor do conteúdo. Se for em caso de blogs, adicione o nome do autor da postagem. Em caso de portais, website ou lojas, é interessante colocar o desenvolvedor da página.
  • dtreviewed: Representa a data de publicação deste assunto. Você deve colocar uma data que, naturalmente é reconhecida mundialmente. Ou seja, no exemplo, seria 2015/07/01, que no Brasil lemos da seguinte forma: 01/07/2015.
  • summary: Procure resumir em poucas linhas o que se trata sua página. Deixe tudo bem... Digamos assim, limpo. Pode ser que isso cause uma curiosidade muito grande no leitor (quem procura o assunto).
  • description: Neste caso, você pode incluir a descrição do seu assunto, página ou artigo de blog.
  • rating: Agora o tão mais cobiçado e que conquista só de olhar! As estrelinhas de voto. É interessante manter em 5 como avaliação mínima/máxima.

Pode ser que demore um pouco para entrar em vigor no Google, mas, não desista! Atualmente estamos em uma constante luta para entrar no Google com os melhores e maiores resultados, e este recurso ajuda muito a destacá-lo.


Este é resultado daqui alguns dias quando o Google entender que tens o recurso no website. :) Estrelas, um "breadcrumb" de qualidade e... Não, pera! O que é breadcrumb?

Estrutura de caminho do assunto, página ou artigo

Vamos entrar em mais uma parte do snippets que você ainda não percebeu, ou se já, provavelmente se perguntou no início do artigo. O 'breadcrumb' é um recurso que aparece por de baixo do título da pesquisa indicando uma URL ou caminho mais... digamos, adaptável ao assunto. Ou seja:

O interessante disso é que esse caminho chama atenção do leitor para um blog, site ou página mais organizada em categorias por exemplo. Assim como aqui no blog ShiftActif, todo artigo se encaixa dentro de uma categoria, sendo SEO ou WEBSITE, e neste caso da imagem o assunto está dentro de SEO. Não parece mais organizado ao seu ponto de vista?

Então, vamos lá:


A necessidade do uso do 'itemscope itemtype="http://schema.org/WebPage"' é extremamente fundamental, pois, é com isso que o Google vai saber que o recurso é do tpo bredcrumb. Perceba no HTML que citei um exemplo simples de indicação usando o caminho:
Website > Notícias > Como ganhar 80 visitas diárias no site
É este o caminho que será exibido abaixo do título do seu site a partir do momento que o adicionar. :D

RESUMINDO...

Snippets ou Rich-snippet? Sendo lá o nome deles, a taxa de SEO e quantidade de visitas aumenta a partir do momento que você adiciona essas 'coisinhas' no seu HTML. Vale a pena perder tempo estudando isso, porque, é um benefício para seu SITE!


10 de jun de 2015

Não é exagero escrever 6 000 visitantes? Na semana passada eu recebi vários feedbacks para aumentar visitas do site usando alguns recursos imprecisos e que, são bons! Como assim imprecisos? Hitleap é assim! 

"PARABÉNS, VOCÊ É O GANHADOR DE 6.000 VISITAS"?

Assim como Ganhar 80 curtidas no Facebook, há dois lados da moeda... O lado "PRÓ" e o lado "CONTRA", Existem alguns programas simples que geram troca de banners do seu site promovendo visitas, mas, não é exatamente isso que o brasileiro ou o português está em busca.

As visitas mais proveitosas são as do seu país, ou digamos assim, a que compreende o seu idioma para indiciar o usuário a usá-lo. O método que vou apresentar abaixo deixa claro alguns casos.

O programa mágico

Hitleap, é o programa que faz este trabalho incrível para você. Felizmente, o Hitleap cumpre com o que diz fazer, pois, após se registrar neste site, você precisa baixar um programa da própria desenvolvedora para começar o programa de troca de tráfego.

Site do Hitleap

1. Fazendo o registro

Para usar o programa, primeiro você precisa baixá-lo. Para baixá-lo, é preciso se registrar. Nós aconselhamos que você tenha uma conta (email) exclusivo só para tratar dos assuntos do seu site em particular, pois, serviços como estes podem ficar lhe enviando mensagens a todo momento.
Tendo isso em mente, clique no botão "Sign In" e em seguida, na caixa de Login clique em "Sign Up":


Preencha todos os seus dados e faça as verificações como email e senha. Em seguida, clique em Sign UP para enviar seu cadastro.

2. Download e uso do programa

Depois de fazer a confirmação e login, clique no nome "Traffic exchange" e procure pelo botão azul "Download HitLeap Viewer". Se você achar mais fácil, poderá também clicar no link acima do nome que você será direcionado diretamente ao local exato, caso não encontre.


Assim que terminar de baixar, instale e abra-o. Será solicitado seus dados do site para conectar-se ao programa. Então, basta preencher os dados nos campos e ao conectar-se vamos inserir o Website no programa para começar a ganhar visitas.



Clique em "My website" e depois no botão "Add new website". O "Hitleap" não precisa confirmar seu site por email ou qualquer coisa do tipo. Os termos do serviço apenas pedem que seu site não tenha qualquer tipo de malware ou vírus que possa comprometer um usuário.



Depois disso, basta indicar a URL do seu site e quantas visitas você deseja receber nele. Para isso, deves selecionar na opção "SAME DURATION" o tempo que o usuário vai permanecer no seu site. Se você adicionar 10 segundos, a quantidade de visitas será maior, podendo chegar ao limite de 6.000 mil visitas. Se colocar 60 segundos, você receberá até 1.000 visitas.

Em outras palavras, o quanto maior for o tempo que o usuário ficará no seu site, menos será a quantidade de visitas que receberá. Vice-versa para o outro modo.



Agora é só submeter o site, clicando no botão SUBMIT para ser revisado. Essa revisão ou análise é feita em até 10 minutos. É necessário que haja esta análise para comprovar se o seu site está de acordo com os termos do serviço. Se não estiver, ele será recusado!

Quando tudo estiver devidamente funcionando, basta acessar a aba "Traffic exchange" novamente e lá, vamos ver um novo botão para começar a gerar troca de links. Para começar, é só clicar no botão START.


PRÓ
O lado bom da história é que a partir do momento em que o programa estiver aberto com seu site rodando o gerador de tráfego, você recebe visitas. Na verdade, este sistema funciona como um sistema de loja ou jogo. Você ganha minutos por estar acessando o site de outros usuários, e ganha minutos. Os seus minutos ganhados serão os minutos que estará pagando para que outros usuários estejam acessando seu link.

 Exemplo:
Eu tenho 100 minutos
Eu vendo 1 minuto para você acessar meu site. Porém, para mim conseguir 1 minuto, eu tenho que ter visitado outro site pelo programa ou ter comprado minutos pela loja do serviço. :D


CONTRA
CUIDADO! Por mais incrível que seja, este programa enquanto aberto, abre qualquer tipo de site que os outros usuários do site adicionaram. Assim como você acabou de fazer ao adicionar seu site, blog ou fórum, ele aceita qualquer site e muitas das vezes pode parecer que não, mas há sites que contém malwares ou vírus que podem ser abertos automaticamente no seu PC.


RESUMINDO...

É bom ter visitas no site? É bom, mas, o ideal para sites novos ou até mesmo para antigos é que usem o sistema mais tradicional e confiável que existe. Quer saber quais? Deixei os links de outros artigos abaixo:

  1. Aumentando o tráfego com Meta tags
  2. Como recuperar meu SEO? Meu site não está no Google

Consulte os artigos antigos sobre SEO: http://www.shiftactif.com/search/label/SEO

Até mais!


16 de mai de 2015

Hoje em dia todos nós sabemos que existem os famosos celulares e tablets que fazem um papel fundamental no desenvolvimento de site. Até estes dias meus amigos, eu estava numa loja (empresa) de eletrônicos e acabei por me deparar com uma situação bem interessante quando um vendedor mostrava para mim os produtos, pelo tablet.  Até aí tudo bem, pois, para uma pessoa que não entende isso parece ser bem normal, mas, para quem é "Desenvolvedor aprendiz ou Desenvolvedor iniciante" sabe muito bem que neste momento, bate uma curiosidade.Como criar um site para Dispositivo móvel?

No momento em que ele me mostrava os produtos, eu consegui perceber que o site da loja não estava adaptado para o modelo do tablet (ou digamos, a versão mobile). Pensando nisso, hoje eu trago então este artigo para você, que logicamente ficou curioso. :D


O site Mobile

Isso tudo é feito com CSS! Você que é novo neste mundo, nunca se perguntou o que seria os famosos @media no CSS? Bem, apesar de já existem à tempo, é com ele que vamos determinar o modo de visualização do site para a versão mobile, sendo elas tablets, celulares (smartphones) e desktop (PC).

Estilo separado


Os sites "Responsivos" como são chamados, é a otimização do CSS para a versão mobile. Recomendo que crie um arquivo único para sua versão mobile. No nosso "Diretório dos Sites" ao olhar no código fonte, você vai se deparar com este arquivo: http://diretorio.shiftactif.com/css/mobile.min.css

Abra um Bloco de Notas e lá, comece um novo estilo separado.


@media: Os media types regulamentam para que tipo de media um certo código CSS é direcionado. Para não alongar muito o nosso artigo, então, deixo-vos uma explicação mais detalhada no devmedia: http://www.devmedia.com.br/utilizando-css-media-queries/27085.

max-width ou min-width: Como todos sabem, se traduzirmos o nome "width" no Google tradutor, teremos o nome Largura. Se você define uma largura, o regulamento do CSS vai aumentar ou diminuir de acordo com o valor que você mencionou em porcentagem ou pixel. :D Se você usar o MIN depois do hifem, automaticamente será "mínimo". E se usar o MAX, será "máximo".

Neste caso, estamos simplesmente dando um valor específico para alguns modelos básicos, então, se colocar @media (width: ) você está dizendo para o navegador interpretar a seguinte lógica:
Se o dispositivo for de largura "tal", então, será personalizado da seguinte maneira.
É claro que não é desta forma, mas, apenas citei assim para que você compreenda. Logo, então:

@media (max-width: 400px;) {
body {
background-color: #000 !important;
}

}


No código acima, perceba que se a largura (width) for 400 pixels então o corpo (body) da página terá uma cor de fundo hexadecimal #000, que seria PRETO. Abra uma nova página do seu navegador e diminua o tamanho da janela do navegador até atingir 400px ou, menor. Com essa redução, verá o CSS da versão (ou suposta) mobile agindo no seu site. :D

Exemplo em nosso Diretório:

Perceba que na seta Azul, vemos o botão "Menu" que diz respeito a lista de links do menu de navegação do nosso Diretório. Na seta vermelha com o ícone, permite que o internauta da versão Mobile possa abrir o menu, usando os links para acessar outras páginas.

Essa é a maneira mais simples para usar o recurso, porém, se quer algo mais avançado, poderá usar o "and" para especificar um limite. Ou seja, neste caso da imagem ao lado, estamos acessando o Diretório dos Sites pelo celular Smartphone, sendo assim a sua suposta largura de tela será 400 pixels. E se eu quiser especificar isso, usando uma personalização qualquer para quando o aparelho for de resolução 515px até 700px? Isso quer dizer que, se a resolução for de 515 à 700 pixels, uma personalização será executada, e este é o exato momento que falamos dos famosos Tablets.


Tipos de resoluções disponíveis mais usados

Uma dica interessante é buscar resoluções mais usadas, como a de tablets e celulares. Bem, digamos assim que a versão Desktop e Smartphone são as mais usadas hoje, então, eis uma tabela que vai lhe ajudar:

Modelos e pixels
PixelsModelos
1200pxDesktop (PC)
900px ou 760pxTablets
480px ou 320pxVersão Smartphones (celulares)

Então, vamos especificar de um valor para o outro de maneira que não nos percamos. Confuso não é? Quero dizer que, se for um tablet, então a resolução será 900px à 760px. Então, vamos criar este CSS:


E dentro das chaves, vamos colocar a personalização. Lembra que anteriormente tínhamos colocado uma cor de fundo preto? Então, agora, vamos colocar como exemplo, uma cor azul.


Em resumo, nós temos a seguinte conclusão do CSS:
se o mínimo de largura for 760 pixels até 900 pixels, então, vamos colocar uma cor Azul no fundo do site.
Tendo isso em mente, agora, você está pronto para aumentar o sucesso do seu site na versão móvel. :)

Qualquer dúvida, fale conosco no fórum Shiftactif: http://shift.forumactif.com

Alguns sites que podem ajudá-lo

Eu fiz uma lista comFiz uma pequena lista com alguns sites para você visitar. Veja-os e tire suas dúvidas. ;)

- http://blog.popupdesign.com.br/design-responsivo-iii-media-queries-e-compatibilidade/
- http://tableless.com.br/design-responsivo-na-pratica-do-rascunho-ao-digita/

Depois de adicionar o modo responsivo no seu site, é só acessar o seu código HTML e antes do head adicionar a tag META media print. Veja no site w3schools: http://www.w3schools.com/tags/att_link_media.asp


RESUMINDO...

É fato que a maioria dos desenvolvedores não se preocuparam com a versão mobile do seu site, então, essa dica vai para todos. Seja rápido, pois, se seu site está sem este recurso, pode causar um grande problema de vendas. :( Quem sabe? Bem, se você leu tudo, então saberá que ficaria mais fácil para o vendedor da loja que entrei me mostrar os produtos no tablet sem precisar ficar deslocando a página para os lados, que nem um "doido". :D Boa sorte!!

15 de fev de 2015

Ele sumiu? Não se preocupe porque temos a resposta para isso! Depois do surto de fóruns e sites que sumiram no Google há alguns meses atrás, a ferramenta dos Desenvolvedores passou a ser mais usada do que nunca. Quer dizer, ela era usada normalmente, mas, com este pequeno detalhe que o Google cobrou, os administradores ficaram com as "mãos entre as pernas".


Por que fui punido?

O sistema do Google a cada dia fica mais rigoroso a respeito de Buscas na internet, não porque você tem que se adaptar a isso, mas, pelo fato do Google querer providenciar um bom conteúdo e uma boa pesquisa para o internauta.

No artigo Google Webmaster, o seu melhor amigo falamos muito sobre o assunto, e praticamente isso é uma continuação, porém, detalhando mais sobre as punições e como voltar para o topo das buscas. Primeiro de tudo, você deve procurar se o seu site foi excluído mesmo, usando um recurso muito interessante:
site:http://shiftactive.blogspot.com/
Se ao pesquisar no Google e você se encontrar, fique mais calmo agora porque você não foi excluído do Google e sim penalizado. Isso ocorreu porque desta vez, o Google ficou mais detalhista com a questão do Design, Estrutura e organização das suas páginas... E, principalmente o conteúdo!

O que está sendo avaliado?

No site das "Perguntas e respostas" do Google, podemos obter essa resposta: https://support.google.com/webmasters/answer/35769
De todos os pontos citados, vamos aos que classificamos como importantes e destaques:
  • Manter links externos em formato de texto para outras páginas;
  • Descrever e permitir que visitantes vejam o conteúdo de uma página, mantendo-a bem descritiva e clara, para que os resultados sejam satisfatórios;
  • Use nas meta-tags as palavras-chaves que acredita ser ideal para a página;
  • Use URLs amigáveis, ou seja, sites que costumam manter um monte de símbolos depois da extensão da página. (index.php?noticia_id=12_forumeiros+e+di+mais);
  • Envie um SiteMap para o Google Webmaster para fornecer detalhes ao Google a respeito da estrutura e conteúdo de sua página;
  • Destaque é um dos atributos a serem mencionados pelo Google. Seja destaque perante aos outros sites usando o erro deles como seu acerto.
E etc...
Pense de tudo o que pode beneficiar o seu site, e então aplique, mas, só faça isso em excesso!

Como voltar com meu site GOOGLE?

Não é simples, porque o Google está criterioso de mais, então, se quiser voltar a posição terá que enviar ao Google vários arquivos para compensar a sua caída. Primeiro de tudo, use o Webmaster:


Depois de acessar e conectar-se ao mesmo, clique no botão "ADICIONAR SITE":


Depois de confirmar os dados do seu site com a auxílio do artigo "Google Webmaster, o melhor amigo do seu fórum" simplesmente vamos criar um arquivo chamado robots.txt :

    Sitemap: http://URL_DO_SITE/sitemap.xml
    User-agent: googlebot
    Disallow: /fotos/
    Disallow: /css/
    Disallow: /website2/
    Allow: /website2/computadores
    User-agent: googlebot
    Disallow: /redes/
    Disallow: /tpl/
Vamos especificar cada um:
useragent: Entende-se como o nome do motor de busca que vai receber essas regras. Por exemplo, o Google, colocamos o nome "googlebots" e então as subpastas são bloqueadas para o Google. Já o motor de busca do yahoo ou do bing, por exemplo, vão poder indexar a subpasta.
sitemap: URL do seu site MAP. Lembre-se do artigo anterior a este e saberá exatamente do que estamos falando.
disallow: Ele diz aos motores de busca o que pode ser indexado ou não. Por exemplo, a pasta "/fotos" não pode ser acessada, então, você terá que colocar este comando mais o endereço da subpasta (EX: /fotos/)
allow: Ao contrário da disallow este pequeno nome permite que a subpasta /fotos/ seja indexada. Por exemplo, temos dentro da pasta /fotos/ uma subpasta com o nome de /pessoais/. Seriam então /fotos/pessoais/ certo? Se colocar disallow para /fotos/, somente a pasta em questão será bloqueada, seguindo todas as subpastas. Se colocar allow para /pessoais/, a subpasta pessoais será indexada.
* : O asterisco serve para especificar que o Usuário Agente será para todos os motores de busca.

Depois disso, agora salve o seu robots.txt e envie ao seu site.

E depois disso tudo...


Quando estiver pronto, envie a URL e sitemap pelo Google Webmaster, acessando este link: http://www.google.com/submityourcontent/ Este link vai lhe levar para o site com uma ferramenta Overview, para revisão do site. Como falamos de sites que perdem a posição, então, vale lembrar que temos o mesmo recurso de outros assuntos já comentados aqui no blog.



E PARA O CASO DE FÓRUNS EM FORUMEIROS, EXISTE UM ROBOTS?
Claro! Na verdade, nós fizemos você ler este artigo todo para obter conhecimento, pois, os técnicos de FORUMEIROS já atualizam os fóruns a medida que surgem novas atualizações. Então, para enviar o robots, acesse a URL do seu fórum + /robots.txt (EXEMPLO: http://website.forumeiros.com/robots.txt).

Testando o seu robots.txt

No final do artigo passado, mostramos uma imagem da página de testes do robots.txt :D Deixamos você muito curioso, então, é a hora de testar o seu novo robots! Acesse as Ferramentas do Desenvolvedor, e em seguida clique em Rastreamento >> Testar Robots.txt >>.


OBS: A opção está no final da página.

RESUMINDO...

Não adianta se estressar com o suporte do seu serviço, ou você mesmo perder a cabeça por causa de algo que é uma regra benéfica para quem navega. O Google não fez isso pra lhe prejudicar, pode ter certeza! O problema é que a maioria das pessoas querem descontar em outras que nada tem a ver, tendo em vista que, querem ser chamadas de "Administradores de sites" sem saber se quer o HTML.
Procure a solução por si próprio, ao invés de usar desculpas por aí.

Até mais!


7 de fev de 2015

O Google nasceu para evoluir o mundo tecnológico para ser bem realístico, e tudo o que tem nele é benéfico quando usado da maneira correta. Já ouvi boatos de que o Google seria a empresa exemplo da "Umbrella Corporation" de Resident Evil, que deixaria o mundo infestado de 'Zumbies' e etc. Não acho que isso seja verdade, tanto é, que alguns dias atrás os usuários de FORUMEIROS enfrentaram um problema bem similar com os atuais websites que não estão de acordo com os termos do Google.

Imagem retirada do Google

O que é meu, é nosso: Google Webmaster

Google Webmaster nada mais, nada menos é um dos serviços fornecidos pelo Google Inc. para auxiliar de forma gratuita os administradores de sites a administrarem seus conteúdos e exibi-los de forma fácil e eficaz, sem medo de punições.

Quando usado, lhe proporciona tráfego, resultados em gráfico em tempo real, informações precisas e principalmente ajuda para alcançar o público alvo.


O que eu busco no Google?

Provavelmente você nunca se fez esta pergunta, certo? O que busca no Google? Os sites obtém tráfego pelo que procura no buscador, então, você assume dois papéis importantes na vida virtual, um, é um visitante que busca informações e outro é um Administrador querendo que as pessoas busquem em seu site, as informações.
Todo mundo sabe da existência do link que permite que o Google reconheça seu site: http://www.google.com.br/add_url.html e este é um dos primeiros passos para ser reconhecido.

Como usar?

Com um design muito intuitivo o Webmaster lhe fornece diversas funções de fácil acesso e manutenção. Como qualquer recurso do Google, você precisa se identificar, e então desfrutar do serviço.


Para começar, adicione a URL do seu fórum, site ou blog no 'input' de texto no final da página. E feito isso, vamos então indicar ao Google o nosso site. Tenha em mente que o site adicionado deve estar sob seu controle, porque, no passo seguinte o Google vai lhe pedir autenticação do mesmo.


Como estamos falando de fóruns, então, selecione a aba Métodos alternativos e em seguida, clique em Tag HTML para emitir o código META. Por que vamos usar o recurso META? Simples, porque em fóruns de Forumeiros não temos acesso ao FTP do fórum, então, podemos usar somente o META.
Finalmente, após copiar o código vamos acessar os templates do nosso fórum. Vale ressaltar que os Administradores de fóruns phpBB independentes ao Forumeiros, também podem seguir este mesmo processo, contudo, terá que se localizar sozinho no ACP, mas, para usuários que usam FORUMEIROS, acesse seu fórum, no footer da página no link PAINEL DE CONTROLE, em seguida abra o template em Visualização >> Templates >> Geral >> overall_header.tpl


Provavelmente na linha 4 do seu template, podes colocar então a META fornecida pelo Google Webmaster. Em seguida, salve e publique seu template para validar o reconhecimento no site do Webmaster. Quando fizer tudo isso, apenas clique no botão VERIFICAR e pronto!

Instalando o sitemap.xml do fórum


Imagem do site www.majesticelevations.com
Para você que caiu de paraquedas neste mundo de desenvolvedor, saiba que está indo muito bem! Neste pequeno passo falta adicionar o sitemap, um arquivo que vai mapear todo o seu site enviando ao Google as páginas automaticamente. Em um fórum FORUMEIROS, você tem o sitemap pronto! Para sites e blogs, depende da plataforma do blog e também do arquivo do sitemap se o administrador do site o fez.

Finalmente, vamos acessar as ferramentas do WebMaster novamente e lá vamos selecionar a opção Sitemap no widget esquerdo, quase no final da página.



Clique em ADICIONAR/TESTAR SITEMAP e em seguida digite o nome ou URL do arquivo sitemap. Lembre-se, como falamos de fóruns FORUMEIROS, então, é só colocar sitemap.xml


Quando enviar seu sitemap, apenas espere para que o Google faça o trabalho duro. ;) Agora, toda vez que houver novos artigos, novos tópicos e mensagens (se houver um sitemaps de comentários) o Google receberá automaticamente tudo, sem que você fique preocupado. Sabe qual é o melhor disso tudo? Você tem acesso aos gráficos e resultados diretos no site do Google Webmaster, facilitando o seu trabalho de Administrador!

RESUMINDO...



Sem ele, não seríamos nada! No próximo artigo aqui no blog, teremos outro recurso que ainda não está no Google Webmaster, mas, que ao adicionar lhe fará SUBIR tão alto que aqueles visitantes que perdeu, vão voltar. Até mais!

1 de fev de 2015

Todo webmaster sofre com membros ou internautas que se registram no site com objetivos um tanto fora do comum. Ninguém gosta de prejudicar o outro, mas, as vezes a competitividade se transforma em ódio, e no final das contas o seu competidor passa a ser um inimigo.

Cooperação ou competição?

Tudo começa com aquele desejo incontrolável de se elevar acima de todos. A competição que estamos nos referindo talvez já tenha sido praticado por você ou, ainda é praticada no dia a dia. Essa competição as vezes é resultado de um grande sucesso que está presenciando, e outros que estão abaixo ainda não aceitaram ou querem lhe roubar o suor.

Banir é uma solução para os malfeitores?

Há pessoas que toleram as atitudes de um membro ou cliente, já outros, estouram assim que começam a ter sua mente perturbada. Acalme-se! Em fóruns a medida que o Administrador adota é o banimento do usuário que lhe está incomodando, e a solução nem é essa visando que ele pode voltar mais tarde usando outro nome de usuário.


Atualmente todo administrador sofre com usuários que querem o seu mal, e que na verdade são administradores de outros fóruns da competição que estão ali apenas para derrubá-lo. Banir é uma solução, mas não é definitivo.



O diálogo é uma das melhores maneiras de saber o que ele pensa, então, mudar sua visão e acabar com aquela briga de sucesso. Ao invés de descontar na mesma moeda, prefira ir até lá e simplesmente fazer uma parceria e manter o tráfego para os dois lados. Isso na verdade vai passar de competição para cooperação.

Lide com a competição de forma saudável

Existe sempre uma saída para tudo e todos! Se você está sofrendo com os invejosos, então vale a pena pensar e chegar a uma conclusão para a pergunta que não cala: Como lidar com a competição?

1. Crie o seu perfil e seja você mesmo

Dê uma olhada no conteúdo do seu competidor e levante detalhes dos erros e acertos que ele faz durante um mês, e no final de suas contas veja se ele teve algum sucesso ou ele compra isso.

Crie o seu perfil sem precisar colocar sua personalidade em exposição. Permita que os erros dele sejam o seu acerto e com essa mentalidade você consegue chamar a atenção dos internautas dele para seu produto ou site, sem "puxar o tapete dele".


2. Evite chamar a atenção dele, e sim do público dele

Aprender com os erros é um dom da humanidade, e você tem que compreender que isso também é um ponto que chama a atenção de sua equipe e ao mesmo tempo, lhe ajuda a corrigir os problemas mais frequentes. Se isso ocorrer, a possibilidade de que tenha o tráfego do concorrente é muito grande, sem contar que não estará chamando a atenção dele.

3. Saiba se posicionar em uma competição de marcas

Este conceito vale tanto para um, quanto para outro... quero dizer, vale para o Administrador de fórum quanto para empresa. Saber se posicionar entre um meio competitivo é importante para demonstrar "quem manda", mas, mantenha o respeito e cordialidade para não perder a sua credibilidade e passar desapercebido por um superior.

Por exemplo, em uma reunião entre 3 marcas (empresas) você é o representante da empresa A, e seus concorrentes B e C estão loucos para conseguir o apoio da empresa D que é mundialmente famosa. Se você se expor ou não respeitar as suas concorrentes B e C, a empresa D pode não querer negociar com você, porque ao invés de procurar meios de abater as ideias das concorrentes, você queria derrubá-las moralmente e até chamar a atenção para algo que não é real. Se perceber, aplicamos o conceito do ponto 2, que diz que precisa criar o seu próprio perfil.

4. Nunca esteja sozinho

Outro segredo é não estar sozinho em situações como a do ponto 3. Se você quer uma parceria com um fórum, site e até mesmo uma marca de empresa, tenha em mente que deve selecionar os melhores membros da sua equipe para compor um "corpo administrativo" afim de mostrar que há uma hierarquia na empresa ou no fórum.



Vamos ser mais específicos? Não vá sozinho a luta, chame seus amigos de equipe que lhe ajudam diariamente com as situações adversas, selecionando-os para participar de reuniões ou de tomar decisões. Sua opinião é importante, mas, não deve ser a única.

RESUMINDO...
Seja unido, seja criativo e acima de tudo seja paciente. Bons resultados são melhores saboreados quando usa o tempo ao seu favor. :D Até o próximo Artigo meus amigos.

29 de dez de 2014



Parceiros é um assunto delicado e que merece a atenção de todo Webmaster, mas, saber quem pode ter seu apoio e vice-versa é que torna-se uma tarefa complexa. Conheça algumas dicas de como saber quem você pode ter parceria.

1. Lealdade

O que achamos são pessoas interessadas em parcerias, ou, pessoas interessadas em te sugar no máximo enquanto o seu site tem um bom tráfego. Admita, que já não sofreu com isso? As vezes você faz parcerias com certos administradores que são seus amigos, tanto na vida pessoal ou na virtual mesmo, e acaba se decepcionando depois. Por quê?

 Parceria precisa ter lealdade de ambas as partes, pois, o tráfego deve ser trocado. Bem... Na verdade parceria serve para isso, troca de tráfego. Mas, atenção, procure fazer parcerias com sites que você sente que lhe dará retorno. Vamos citar alguns requisitos:

  • Administrador ativo;
  • Artigos ou informações atualizadas diariamente ou, semanalmente;
  • Que o assunto de ambos sejam parecidos. Necessariamente, não precisa ser igual, mas que seja algo que em um certo ponto o internauta sinta-se interessado;
  • Que seja mais visitado ou, que tenha o mesmo número de visitantes que seu site.

É importante que saiba como se portar com esse Administrador para que tenha uma parceria firme e duradoura. :D

2. As aparências enganam?

Outro fator que não podemos deixar de falar é a independência do conteúdo e aparência. Se já ouvir dizer "Não julgue um livro pela capa." saiba que essa pequena frase tem um grande impacto quando o internauta clica no banner do parceiro. Tente perceber que o assunto de seu site e o do seu parceiro não devem ser exatamente iguais, isso pode gerar uma certa confusão no leitor e até uma impressão de que, estão ambos em competição para ver quem chama mais a atenção - mesmo sendo parceiros.

Antes de fazer uma parceria, faça uma analise completa do layout do site. Veja se são originais e se principalmente contém imagens feitas por eles. Precisa de dicas para saber se as imagens são deles? Use o nosso velho amigo Google e pesquise pela URL. Não pega bem fazer parceria com um site que nem visitas tem e que o layout do mesmo é "sujo" ou mal feito.

Os sites originais não gostam de ser plagiados e por isso sempre usam os termos TM ou R em seus nomes de grupo. Vou falar a respeito dessas marcas em outra oportunidade.

3. Como posso convencer alguém a ser meu Parceiro?

Se for um Administrador bem dedicado e que deseja promover seu site sem "muntar" nas costas dos outros, então sabe que quem deseja ser seu parceiro vai perceber isso assim que ver seu site. A primeira impressão é a última que fica.

Causar uma boa impressão, dialogar com seu futuro parceiro é a melhor coisa a ser feita. O ideal é perguntar quais são as verdadeiras intenções do site que deseja ser seu parceiro. Quer um exemplo disso? Assim quando entro em seu site a primeira coisa que vou buscar é velocidade no carregamento e principalmente o movimento. Se não encontrar algo no site que me diga de automática do próprio Banco de dados ou algum contador confiável que o site parceiro será confiável, então posso até conceder tal parceria.

Existem também casos em que um projeto é novo, mas se você apoiar a ideia como parceiro, quem sabe o projeto alheio não se torna um sucesso e você tem uma forte alavancada no site e nem percebe?

4. Tenha cuidado com seus novos parceiros!

Não é só ter um banner ali e aqui. Cuidado com quem faz parcerias! Pode ser que você siga os conselhos acima e ache um site compatível com o seu, mas, será que ele ainda é digno de manter uma parceria com você? Se não, então, com quem fará parcerias? É um assunto complicado, mas, que tem uma solução bem simples.


A ilegalidade em sites, blogs e fóruns é uma das causas mais naturais hoje em dia. Exemplos práticos vivenciado pelos administradores é o plágio de conteúdo. As vezes o site que deseja ser seu parceiro é lotado de visitantes, mas saiba que estes visitantes estão em busca de coisas que você não quer ter, como downloads de filmes, séries ou até jogos, artigos clonados, pornografia ou assuntos de baixo calão.

Não baixe a guarda se for aceitar parcerias do gênero, pois, isso pode reduzir o seu público-alvo por causa de terceiros descompromissados.

5. Seus termos, suas condições

Antes de pensar em tudo no que foi instruído acima, comece a digitar um termo estabelecendo um controle entre você e o parceiro. Vamos citar um exemplo de fóruns.
  1. Ter no mínimo 500 mensagens;
  2. Ter no mínimo 10 usuários online por dia;
  3. Ser um site com conteúdo sempre atualizado;
  4. Não conter ilegalidades, tais como a de cópia de imagens, textos ou qualquer coisa que não lhe pertence
  5. Não forneça Download de hackers ou assuntos abusivos contra qualquer pessoa, com objetivo de ofendê-la.
Existem outros exemplos, mas, acho que posso citar apenas o básico. Mas, perceba que você estabeleceu um certo limite ao interessado. Se ele não estiver a altura, saberá que não terá o banner dele no seu site. Ser rigoroso e sistemático é um ponto muito importante, e saber a opinião de sua equipe não deixa de ser algo valioso.

No final de tudo, NUNCA esqueça de colocar no seu termo: "Este regulamento pode ser alterado de acordo com as necessidades do administrador com ou sem aviso prévio.". Por que? Isso evita argumentos futuros como:
Eu não sabia que tinha alterado. Aliás, você não me informou que mudou.


RESUMINDO...

Divulgue seu site. Parceiros são amigos que lhe promovem na internet, pois, o seu link está no site dele, e o dele no seu e assim o Google reconhece que há uma certa... "interação" entre ambos que no final, traz benefício para os dois. Tenha a mente aberta, "okay"?
Precisa de ajuda? Fale conosco